Espada

A espada talvez não seja a arma mais antiga do Japão, mas é com certeza a mais sofisticada, e por inúmeros séculos ocupou a mais importante e central posição nas artes marciais do Bushi. A forja e o trabalho em metal eram conhecidos para os japoneses pelo menos dois séculos antes da era Cristã. Espadas de ferro foram encontradas em criptas de pedra e dólmens (uma pedra horizontal apoiada sobre outras duas na vertical) que datavam do período Kofun-Bunka (400 aC – 700 dC) e testemunharam o avanço técnico e artístico da cultura japonesa desses tempos.

Tantō do Acervo do Sensei Jorge Kishikawa

 

Katana do Acervo do Sensei Jorge Kishikawa

A maioria dos historiadores concordam, porém, que a primeira aparição do formato e estilo de lâmina que chamamos de “Nippon-To” foi em meados do século VIII. Esse desenvolvimento é legendariamente atribuído a um artesão e armeiro chamado Amakuni, que viveu na província de Yamato.

O Nippon-To é chamado de Espírito do Bushi. Ele foi o símbolo de tudo o que ele (o artesão) representava através do seu trabalho: ele viveu por sua arte e morreu por ela. Mais adiante, seu propósito aliou-se a todo o seu ser, no mais íntimo sentido possível. Ele se viu diante da necessidade de transcender o conceito supérfluo de vida e morte, e seu estado mental foi chamado “Seishi O Choetsu“. Foi essa batalha interna que trouxe a mudança de sua atitude, e isso deu á espada um duplo propósito: o propósito externo, de cortar diretamente aquilo que se opõe à vontade daquele que a empunha, e o propósito interno, de atravessar o Ego deste, permitindo o despertar de seu espírito. Dessa forma, a espada veio para simbolizar qualidades morais como a Lealdade, o Auto-Sacrifício, a Honra, a Sinceridade, a Justiça e a Coragem.

Historicamente, pode-se dizer que a forja da espada envolveu-se em perfeita harmonia com esses conceitos, e neste sentido, o Nippon-To foi um dos mais finos trabalho de arte já produzido. Incorporado a um elaborado sistema de combate que combinava perigo e beleza, o Nippon-To abriu duas portas para aqueles que queriam estar em contato com o caminho da espada e o Bushi. Essas técnicas são conhecidas e praticadas até os dias de hoje, são o Kenjutsu e o Iaijutsu.

Conheça mais sobre a Cronologia da espada japonesa e sobre os tipos de espada que fizeram parte da história do Japão.