História

yoroiKenjutsu é a arte de combate com espadas, criada pelos Samurais no Japão feudal. Hoje é a arte que transmite mais fielmente os ensinamentos dos samurais em nossos dias, mantendo viva uma tradição iniciada há 600 anos.

Esta arte milenar já teve inúmeros nomes ao longo dos séculos que se passaram: Heiho, Kenpo, Toho, Gekken, Hyodo, Tojutsu, Tachiuchi, Hyodo, mas o nome mais conhecido em todo o mundo é Kenjutsu.

 

O Caminho

O Kenjutsu atingiu seu apogeu durante o período Edo (Ironicamente, um período de 200 anos de paz). Muitos praticantes do Kenjutsu começaram a questionar se uma compreensão mais elevada poderia ser conseguida não apenas com a prática mas também com o estudo da espada.

Com o passar dos séculos surgiram centenas de estilos de Kenjutsu, muitos deles existentes ainda hoje. Estas escolas (em japonês ryu), conservam as técnicas de seus fundadores na forma de kata, seqüências de movimentos em combate que visam preparar os praticantes para todas as situações que encontrará no combate.

O Kenjutsu é um estudo completo das formas de combate com a espada criadas pelos samurais. Um Caminho para a vida toda, com o objetivo de aperfeiçoar-se na luta e na vida.

 

dojo-sãomiguel-selBL-352

Origem

O termo “Kenjutsu” apareceu pela primeira vez em 1281 d.c., após as tentativas dos mongóis de invadir o Japão. Nesta época os samurais começaram a aprimorar as técnicas da espada, levando o desenvolvimento desta a um nível nunca alcançada por nenhuma outra cultura na história da humanidade.

O Kenjutsu é considerado um bujutsu clássico (arte da guerra ou arte marcial), sendo formulado bem antes da reforma de Meiji (o clássico/moderno, que divide a linha).

O ryu clássico do Kenjutsu (escolas) tende a ser completamente secreto no que diz respeito à prática de suas técnicas, sendo muito fechado a pessoas de fora, como não descendentes japoneses, estrangeiros, entre outros.

Poucos têm acesso ao que é o verdadeiro Kenjutsu, poucos treinam diretamente com os sokes dos estilos. O Sensei Jorge Kishikawa é um exemplo. Graduado Menkyo (professor) e Menkyo Kaiden (grão-mestre) pelo Japão, respectivamente no estilos Tenshin Shoden Katori Shinto Ryu (www.katorishintoryu.org.br) e Hyoho Niten Ichi Ryu de Miyamoto Musashi (www.nitenichiryu.jp),
é fundador do Instituto Cultural Niten, referência nas artes samurais tradicionais e cultura japonesa nas Américas.

Saiba mais sobre os estilos do Kenjutsu visitando a página Estilos.